'Barco fantasma' é encontrado no Pacífico com US$ 80 milhões em cocaína 

Barco foi encontrado à deriva na semana passada por um morador da praia de Ailuk, onde vivem cerca de 400 pessoas

Raphael Coraccini, colaboração para a CNN Brasil
17 de dezembro de 2020 às 11:50 | Atualizado 17 de dezembro de 2020 às 11:53

Uma pequena comunidade nas Ilhas Marshall deparou-se com um pequeno barco se aproximando da costa. Ao tentar retirar a embarcação da água, os moradores encontraram 649 kg de cocaína, que valem cerca de US$ 80 milhões. É o maior registro de apreensão de drogas da história das ilhas vulcânicas, que ficam entre as Filipinas e o Havaí.

O barco foi encontrado à deriva na semana passada por um morador da praia de Ailuk, onde vivem cerca de 400 pessoas, de acordo com a rádio New Zealand, afiliada da CNN. A suspeita de que o barco carregava mais do que a sua própria estrutura foi levantada pelos moradores na hora de levar a embarcação para a praia. Foi aí que encontraram os tijolos sob o convés e chamaram a polícia.

Leia e assista também

Polícia da Austrália apreende 552 kg de cocaína em polpa de banana brasileira

Polícia Federal faz apreensão recorde de cocaína no Rio de Janeiro

Polícia da Itália encontra carregamento de grãos de café contendo cocaína

Os moradores contam que a embarcação chegou à costa sem ninguém a bordo, o que despertou a curiosidade da população. A carga foi lacrada, embalada em blocos e colocada dentro do casco do barco, que feito de fibra de vidro e mede 5,4 metros.

A carga foi levada pelas autoridades para a capital, Majuro, para incineração. Quase toda a droga encontrada foi queimada. A polícia preservou 2 kg como prova e vai realizar análises laboratoriais para tentar identificar a origem do entorpecente.