Incêndio em UTI para Covid-19 deixa mortos na Turquia

Pelo menos oito pacientes morreram neste sábado (19), após uma máquina de oxigênio causar um incêndio em um hospital privado no sudeste da Turquia

Da Reuters
19 de dezembro de 2020 às 06:29 | Atualizado 19 de dezembro de 2020 às 06:52
Localização de Gaziantepe, na Turquia
Foto: Google Maps/ Reprodução


Pelo menos oito pacientes morreram, neste sábado (19), após um respirador causar um incêndio em um hospital privado no sudeste da Turquia.

O incidente ocorreu na província de Gaziantepe, na unidade de terapia intensiva (UTI) contra Covid-19 do Hospital Universitário Sanko.

Leia também:
Índia planeja vacinar 300 milhões até agosto — mais que a população do Brasil

Com tensão aumentada, EUA planejam fechar últimos consulados na Rússia

Segundo nota da universidade, o incêndio foi provocado por uma "máquina de terapia de oxigênio de alto fluxo", usada no tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

Sete pacientes morreram no local e um morreu a caminho de outro hospital.

As vítimas, com idades entre 65 e 85 anos, foram identificadas como Mehmet Resit Saydanoglu, Fethiye Kirca, Naciye Ulukutuk, Abdi Hamzaoglu, Elif Akgul, Okkas Akbulut, Kahraman Tas e Ali Saffet Kanpolat.

Após a explosão, 14 pacientes recebendo tratamento contra a Covid-19 foram encaminhados para outros hospitais.

Equipes de polícia e bombeiros foram enviadas ao local. O fogo foi contido em pouco temp e uma investigação está sendo conduzida para investigar o caso.