Japoneses passam a noite em engarrafamento devido a forte tempestade de neve

O engarrafamento se formou quando um carro ficou preso na neve no meio da rodovia

Jessie Yeung e Yoko Wakatsuki, da CNN
18 de dezembro de 2020 às 21:59 | Atualizado 18 de dezembro de 2020 às 22:31
As regiões centro e norte do Japão foram atingidas por nevascas que congestionaram o trânsito
Foto: Reprodução Reuters

Aproximadamente mil pessoas passaram a noite presas em uma rodovia no Japão. Fechadas dentro de seus carros, elas esperaram o fim de um engarrafamento, provocado por uma forte tempestade de neve, com pouca comida e água.

Relatos sobre o congestionamento na via expressa Kanetsu que conecta as prefeituras (províncias) de Tóquio e Niigata começaram a surgir na quarta-feira (16). Nas primeiras horas da manhã seguinte, as autoridades fecharam a entrada da rodovia para aliviar o trânsito.

Leia e assista também:

Vacina da Moderna é a segunda aprovada para uso nos Estados Unidos
Trump sanciona lei que pode tirar chinesas das bolsas de valores dos EUA
Bolsas da Europa fecham em queda, puxadas para baixo por NY e incerteza do Brexit

O engarrafamento se formou quando um carro ficou preso na neve no meio da rodovia, de acordo com a Nippon Expressway Company (NEXCO), a operadora rodoviária do país.

As regiões centro e norte do Japão foram atingidas por fortes nevascas na madrugada de quinta-feira, interrompendo o trânsito e fazendo com que algumas comunidades perdessem energia.

Na noite de quinta-feira (17), o congestionamento atingiu seu pico, estendendo-se por 15 quilômetros, segundo informou a NEXCO à CNN. Alguns segmentos da longa fila de veículos conseguiram se mover lentamente com partidas e paradas, mas alguns motoristas permaneceram parados no local por mais de 40 horas.

Já nessa sexta-feira (18), as pistas que vinham de Tóquio finalmente foram liberadas, mas as que iam para a capital continuavam cheias. Ao meio-dia de sexta-feira, ainda havia muitos carros presos.

Na quinta-feira, equipes de emergência aliviaram um pouco o desconforto dos motoristas com a distribuição de bolas de arroz, pão, biscoitos, salgadinhos doces e 600 garrafas de água, bem como milhares de litros de gasolina e óleo diesel. Mas o bloqueio persistiu por muito mais horas no frio.

“A neve estava extremamente pesada. Com o passar do tempo, os carros foram sendo enterrados. Fiquei muito assustado”, disse um motorista anônimo à emissora pública japonesa NHK. “Eu comi toda a minha comida e bebida. Agora, para beber água, tenho que derreter a neve que recolho em uma garrafa de plástico”.

Nenhum incidente fatal ou grave foi relatado até agora, mas uma mulher de cerca de 30 anos e um homem de 60 precisaram ser removidos para um hospital por problemas respiratórios e náuseas, de acordo com o diretor de gerenciamento de crises de Niigata, Tsuyoshi Watanabe. 

Watanabe acrescentou que a prefeitura de Tóquio pediu que as Forças de Autodefesa do Japão fossem enviadas para fornecer água, comida, gasolina e banheiros portáteis para as pessoas que permaneciam presas, além de para ajudar a limpar a neve.

A NEXCO também está alertando os motoristas, por meio das redes sociais e do rádio, para terem cuidado com o risco de envenenamento por monóxido de carbono enquanto esperam em seus carros ligados por horas a fio.

O primeiro-ministro Yoshihide Suga se reuniu com ministros para discutir a forte nevasca, conclamando as autoridades locais a trabalharem juntas para restaurar os serviços e ajudar as pessoas afetadas, informou a NHK.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).