Brexit: Reino Unido ficará ainda menos influente após saída da União Europeia

Segundo professor da USP, após toda a novela para o Brexit de fato acontecer, outros países vão pensar melhor antes de pedir a saída da União Europeia

Da CNN
24 de dezembro de 2020 às 22:53

O Reino Unido perdeu influência desde o plebiscito do Brexit e deve continuar enfraquecendo ainda mais. Pelo menos, essa é a opinião do professor de relações internacionais da Universidade de São Paulo (USP), Kai Enno Lehmann. Segundo ele, após toda a novela para o Brexit de fato acontecer, outros países vão pensar melhor antes de pedir a saída da União Europeia.

Leia também:
UE e Reino Unido fecham acordo comercial pós-Brexit
De CEO da Netflix a Monja Coen: Relembre entrevistas marcantes ao site em 2020

Ele cita que existe esse movimento em países com lideranças nacionalistas, como a Hungria e a Polônia, mas não enxerga que estas nações queiram passar pelos mesmos problemas vistos no Reino Unido. 

"Não imagino que esses países olhem para o que aconteceu no Reino Unido e digam: 'quero isso para o meu país'", diz o professor. "Ficou evidente nos últimos quatro anos que a influência do Reino Unido diminuiu e continuará diminuindo." 

Segundo o professor, o Brasil não deve ter nenhum impacto com a ratificação do Brexit. Na verdade, o país precisa ficar de olho como a União Europeia vai lidar com o acordo de livre comércio com o Mercosul – e se o Reino Unido vai querer negociar por conta própria. "Em nível político, não creio que haverá grandes mudanças imediatamente", afirma o professor.