Documentário mostra princesa sueca como voluntária em hospital durante pandemia

Sofia, Duquesa da Varmlândia, trabalhou no hospital Sophiahemmet limpando leitos, trocando roupas de cama e servindo refeições para pacientes

Larissa Santos, colaboração para a CNN Brasil
25 de dezembro de 2020 às 15:31 | Atualizado 25 de dezembro de 2020 às 15:34
Princesa Sofia, da Suécia, trabalha como voluntária em hospital de Estocolmo
Princesa Sofia, da Suécia, trabalha como voluntária em hospital de Estocolmo durante a pandemia
Foto: Reprodução/Hospital Sophiahemmet/Instagram

Um documentário produzido pelo canal SVT, da Suécia, mostra a princesa Sofia trabalhando no hospital Sophiahemmet, na capital Estocolmo, durante a pandemia do novo coronavírus. 

A produção Um ano com a família real, que acompanha o ano de 2020 da realeza, foi exibido no dia 21 de dezembro pela emissora.

Em abril deste ano, a Duquesa da Varmlândia anunciou a conclusão de um curso de medicina "com especialização em saúde, assistência e enfermagem" na Universidade Sophiahemmet. 

“Agora estou alocada em um dos departamentos de atendimento do hospital, onde, juntamente com outros colegas recém-formados, apoio e dispenso o pessoal de atendimento em várias tarefas, incluindo assistência ao paciente e limpeza” publicou em seu Instagram.

Assista e leia também:
Rei da Suécia diz que país falhou no combate à pandemia de Covid-19
Com mais de 7 mil mortes por Covid-19, Suécia diz que não precisa de máscaras
Suécia endurece medidas diante da segunda onda de Covid-19 no país

A produção do canal SVT acompanhou um dia de trabalho de Sofia como voluntária em outubro. No documentário a princesa aparece limpando leitos, trocando roupas de cama, servindo refeições para pacientes e atendendo telefonemas. 

Em linhas gerais, suas funções se resumiam a desinfecção de ambientes e materiais hospitalares. A esposa do príncipe Carl Philip precisa vestir roupas de enfermeira para trabalhar no hospital.

Chama atenção o fato de que ninguém da equipe do hospital, nem mesmo a princesa, usam máscaras de proteção. Na Suécia o uso da máscara não é obrigatório, mesmo o país vendo uma grande alta nos casos da Covid-19.

Neste mês de novembro, Sofía e o príncipe Carl Philip testaram positivo para o novo coronavírus. Especula-se,que a princesa pode ter contraído o vírus dentro do hospital em que faz caridade.

Agora, recuperados da doença, o casal voltou a público para anunciar a gravidez de mais um herdeiro. A previsão é que o terceiro filho do casal nasça entre março e abril de 2021. Carl Philip e Sofia são pais de dois meninos. Alexander de 4 anos e Gabriel de 3 anos.