Funcionário de hospital danifica propositalmente 500 doses de vacina nos EUA

Antes do descarte, algumas das doses removidas do refrigerador puderam ser utilizadas para vacinar membros da equipe, mas a maior parte teve de ser descartada

Mariangela Castro, da CNN*
31 de dezembro de 2020 às 09:12 | Atualizado 31 de dezembro de 2020 às 19:25
Vacina contra Covid-19 da Moderna
Vacina contra Covid-19 da Moderna
Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo (15.dez.2020)

Cerca de 500 doses da vacina contra Covid-19 da Moderna tiveram de ser descartadas após um funcionário da rede de hospitais Aurora Medical Center remover intencionalmente 57 frascos do refrigerador da farmácia, em Wisconsin.

A informação foi confirmada nesta quarta-feira (30), pela própria rede. O centro médico também afirma que o funcionário foi demitido.

"Estamos claramente desapontados e lamentamos que isso tenha acontecido."

Leia também:
Corrida das vacinas nas bolsas: ação da Pfizer cai 6% e da Moderna sobe 470%
Vacina da Moderna pode causar reação em pessoas com botox e preenchimento labial

"Infelizmente, a maior parte [das doses] teve de ser descartada devido aos requisitos de temperatura de armazenamento necessários para manter sua viabilidade", diz o comunicado.

Antes do descarte, algumas das doses removidas do refrigerador puderam ser utilizadas para vacinar membros da equipe, dentro da janela aprovada de 12 horas após a refrigeração.

No entanto, a maior parte das doses do imunizante não pôde ser utilizada.

*(Supervisionado por Sinara Peixoto)