Com novo recorde de casos no Reino Unido, Inglaterra inicia 3º lockdown

Novo Lockdown deve durar até meados de fevereiro, de acordo com o primeiro-ministro Boris Johnson

Por Nada Bashir, da CNN
04 de janeiro de 2021 às 23:54 | Atualizado 05 de janeiro de 2021 às 08:25

 

O Reino Unido registrou um recorde de 58.784 novos casos do novo coronavírus nesta segunda-feira (4) - o maior aumento diário desde o início da pandemia e o sétimo dia consecutivo em que o país ultrapassou 50 mil novos casos.

Os números alarmantes ocorrem no momento em que a Inglaterra entra em um terceiro bloqueio nacional, a partir da 0h desta terça-feira (5) no horário local. O lockdown deve durar até meados de fevereiro, de acordo com o primeiro-ministro Boris Johnson.

Leia também:
Irã retoma enriquecimento de urânio a 20% em nova violação de acordo nuclear
Ligação de Trump para secretário da Geórgia pode render processo por fraude

Alerta do governo britânico sobre a Covid-19 em Londres
Alerta do governo britânico sobre a Covid-19 em Londres; partes do país voltarão a adotar lockdown
Foto: Toby Melville - 19.dez.2020/Reuters


Pelos últimos dados do governo, o número total de casos registrados em todo o Reino Unido desde o início da pandemia é de 2.713.563.

Outras 407 mortes por Covid-19 também foram registradas nas últimas 24 horas, elevando o número total de pessoas que morreram dentro de 28 dias no Reino Unido para pelo menos 75.431.

Nova cepa

"Precisamos fazer mais para trazer essa nova variante sob controle", disse Johnson durante um discurso à nação na segunda-feira no qual anunciou o novo lockdown, se referindo à mutação do novo coronavírus descoberta no país que aparenta ser mais contagiosa.

"Isso significa que o governo está mais uma vez instruindo você a ficar em casa", disse Johnson.

Em um comunicado, Yvonne Doyle, diretora médica da Public Health England, instruiu os cidadãos a seguir as orientações do governo para conter a propagação do vírus.

“O aumento contínuo de casos e mortes deve ser um aviso amargo para todos nós”, disse Doyle na segunda-feira.

“Não devemos esquecer o básico - a vida de nossos amigos e familiares depende disso. Mantenha distância de outras pessoas, lave as mãos e use máscara. Este vírus vai se transmitir onde quer que você baixe a guarda ”, acrescentou.