Prefeito de Nova York pede impeachment de Trump

Isso ocorre porque o partido acredita que o presidente em exercício incitou à violência na semana passada no Capitólio dos Estados Unidos

Por Fernando Alfonso III, da CNN, em Nova York
09 de janeiro de 2021 às 16:33 | Atualizado 09 de janeiro de 2021 às 17:10
O prefeito de Nova York, Bill de Blasio
O prefeito de Nova York, Bill de Blasio
Foto: NYC Media

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, e cinco membros da delegação do Congresso de Nova York pediram o impeachment do presidente Trump na escadaria da Prefeitura na manhã de sábado (9).

Isso ocorre porque o partido acredita que o presidente em exercício incitou à violência na semana passada no Capitólio dos Estados Unidos.

“Está muito claro quais devem ser os resultados, Donald Trump deve ir agora”, disse de Blasio.
O prefeito acrescentou que apóia a convocação de uma “investigação completa” sobre o assunto.

Leia também
Em meio à invasão, Trump ligou para senadores para reverter a eleição
Banido do Twitter, Trump tenta sem sucesso usar perfis do governo e de campanha

“Vamos agir na próxima semana e fazer o impeachment, e mostrar ao mundo que a América é mais forte do que Donald Trump”, disse a deputada Nydia M. Velázquez.

Quando questionado por um repórter sobre a importância do impeachment, o Dep. Thomas Suozzi respondeu em parte dizendo que isso removeria seus poderes de perdão.

“Se o presidente sofrer um impeachment, acredito que ele perderá seu poder de acordo com a constituição para perdoar as pessoas pelo crime passível de impeachment”, disse Suozzi.

Suozzi acrescentou: “Essa é a coisa mais importante, eu acredito, é remover seus poderes de perdão.”

(Texto traduzido clique aqui ler original em inglês).