EUA exigirão teste negativo de Covid para passageiros internacionais

Espera-se que a regra seja semelhante a uma implementada no mês passado para passageiros do Reino Unido para os EUA

Elizabeth Cohen, da CNN
12 de janeiro de 2021 às 21:48 | Atualizado 12 de janeiro de 2021 às 21:50

 

O diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA deve assinar uma ordem até esta quarta-feira (13) exigindo que todos os passageiros de companhias aéreas internacionais apresentem prova de um teste negativo de Covid-19 antes de embarcar em voos para os EUA, disse um oficial de saúde federal à CNN.

O pedido entrará em vigor duas semanas após ser assinado pelo diretor do CDC, Dr. Robert Redfield. A nova exigência foi relatada pela primeira vez pelo Wall Street Journal.

Espera-se que a regra seja semelhante a uma implementada no mês passado para passageiros do Reino Unido com destino aos EUA, que exige que os passageiros tenham um teste negativo três dias após o embarque.

Para o requisito do Reino Unido que foi cumprido no mês passado, as companhias aéreas podem estar sujeitas a penalidades criminais se não cumprirem, e os passageiros podem estar sujeitos a penalidades criminais se fornecerem deliberadamente informações falsas ou enganosas. 

Um grupo da indústria aérea expressou apoio à nova medida. 

“[Estamos] escrevendo para expressar nosso apoio a uma proposta [CDC] para controlar a disseminação do COVID-19, incluindo variantes do vírus, por meio da implementação de um programa global para exigir o teste de viajantes para os Estados Unidos,” o grupo da indústria A Airlines for America escreveu ao vice-presidente Mike Pence em 4 de janeiro. 

(Texto traduzido. Leia o original em inglês aqui)