Biden trará previsibilidade para a política externa, diz cientista político

Entretanto, para o diretor do grupo Eurasia, Christopher Garman, polarização no país não acabará tão cedo

da CNN, em São Paulo
20 de janeiro de 2021 às 22:29


Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (20), o cientista político e diretor do grupo Eurasia, Christopher Garman, elencou os benefícios que o governo Joe Biden, recém-empossado presidente dos Estados Unidos, trará ao país, mas lembrou que a polarização não vai acabar.

“A gente deve ter uma normalidade pelo perfil de Joe Biden. Ele vai trazer uma certa previsibilidade na política externa, vai haver um esforço para baixar a temperatura doméstica e podemos esperar uma certa normalidade no encaminhamento da agenda legislativa”, avaliou.

“Mas, ao mesmo tempo, o que temos que ficar de olho é nas condições sociais que geraram o fenômeno Trump em primeira instância", disse, explicando que foi, especialmente, o aumento da desigualdade de renda.

“Fatores que geraram a frustração no centro do país e que elegeram Donald Trump, provavelmente, vão se aprofundar nos próximos anos, se olharmos o tipo de recuperação que podemos esperar depois da Covid-19. Então, a polarização não vai embora tão cedo.”

(Publicado por Sinara Peixoto)