Austrália aprova provisoriamente vacina da Pfizer contra Covid-19

Imunizante foi o primeiro a ser liberado para uso na Ocêania

Henrique Melo*, da CNN, em São Paulo
24 de janeiro de 2021 às 21:11 | Atualizado 24 de janeiro de 2021 às 21:19
Frasco com vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech 
Foto: Liam McBurney/Pool via Reuters (8.dez.2020)

O governo da Austrália anunciou, na noite deste domingo (24) - no horário de Brasília - que aprovou a vacina da Pfizer / BioNTech contra Covid-19. A decisão é da Administração de Produtos Terapêuticos (TGA, em inglês), órgão regulador de saúde do país. A vacinação deve começar em fevereiro com profissionais de saúde, idosos, profissionais de residências de longa permanência e trabalhadores da fronteira.

O imunizante foi aprovado de maneira provisória, o que significa que pode ser aplicado pelos próximos dois anos. Para a regulamentação efetiva, a Pfizer deve continuar disponibilizando informações sobre segurança, eficácia e qualidade da vacina aos órgãos de saúde do país. 

A TGA informou que a vacinação deve ser feita em dois doses, com intervalo de 21 dias e em pessoas acima de 16 anos. No primeiro momento, o imunizante será distribuído para até 50 unidades de saúde da Austrália, além de instituições de longa permanência e centros de cuidados para deficientes.

Esta é a primeira vacina aprovada no país da Oceânia, que também tem acordos com a AstraZeneca e a Novavax. A Austrália é um dos exemplos de sucesso no combate à pandemia, com cerca de 28 mil casos e 900 mortes por Covid-19 até o momento, de acordo com dados do Ministério da Saúde local.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

(
*Sob supervisão de Victória Cócolo)