EUA: Justiça permite divulgação de declaração de impostos de Trump a promotoria

Suprema Corte permitiu que a promotoria em Nova York obtivesse os documentos sigilosos

da CNN*
22 de fevereiro de 2021 às 12:06 | Atualizado 22 de fevereiro de 2021 às 12:30
Donald Trump
Donald Trump
Foto: Carlos Barria/Reuters (13.nov.2020)

A Suprema Corte dos Estados Unidos permitiu nesta segund-feira (22) que a promotoria de Nova York obtivesse as declarações de impostos de Donald Trump

Os documentos estarão sob as regras de sigilo do grande júri, o que restringe a divulgação pública.

Essa decisão é uma grande derrota para o ex-presidente, mesmo que os papéis não fiquem disponíveis publicamente, depois que ele afirmou várias vezes que a requisição feita pelo promotor do distrito de Manhattan, Cyrus Vance, era ampla e feita em má-fé. 

Vance requisitou oito anos das declarações de imposto de Trump, de janeiro de 2011 a agosto de 2019, como parte de uma investigação de supostos pagamentos de suborno e outras transações suspeitas.

A apuração começou com a divulgação que o ex-advogado de Trump, Michael Cohen, teria pago US$ 130 mil para calar Stormy Daniels, atriz de filmes adultos que alega ter tido um caso com o ex-presidente —o que ele nega.

(*Com informações de Ariane de Vogue, da CNN Internacional)