Oxford em foco, eleições na Europa e muito mais do que acontece pelo mundo

Da CNN, em São Paulo
19 de março de 2021 às 10:20 | Atualizado 19 de março de 2021 às 12:34

Algumas das milhões de doses da vacina de Oxford adquiridas pelos Estados Unidos poderão ser doadas a outros países. O governo americano está sendo pressionado a fazer essas doações, já que a vacina está estocada e sequer foi aprovada pela FDA, a agência reguladora do país. Os possíveis destinos são México, Canadá e até o Brasil, que também pediu para entrar na fila. 

O imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca também foi destaque na Europa, já que a Agência Europeia de Medicamentos certificou, de uma vez por todas, que a vacina é segura. Diversos países como França e Portugal haviam interrompido a vacinação com esse imunizante.

Neste episódio do CNN Mundo, Lourival Sant’Anna fala com o imunologista Gustavo Cabral, pesquisador de vacinas do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. Cabral esclarece as dúvidas em torno da vacina da AstraZeneca, que fizeram diversos países europeus paralisarem temporariamente a imunização. No episódio, ouça também sobre a carta do presidente americano Joe Biden a Jair Bolsonaro e os protestos no Paraguai. Lourival também fala sobre os dez anos da Guerra na Síria.

Conheça os podcasts da CNN Brasil:

E Tem Mais

5 Fatos

Abertura de Mercado

Entre Vozes

Horário de Brasília

Na Palma da Mari

O Que Eu Faço?

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

CNN Mundo, apresentado por Lourival Sant'Anna, novos episódios toda sexta-feira
Foto: CNN Brasil