Japão emite alerta de tsunami após terremoto na costa leste do país

O terremoto atingiu a costa da cidade de Miyagi às 18h26 (6h26, em Brasília) e teve uma magnitude de 7,2 a uma profundidade de 60 km

Da CNN, em São Paulo
20 de março de 2021 às 08:36
Japoneses caminham no cruzamento de Shibuya, em Tóquio
Japoneses caminham no cruzamento de Shibuya, em Tóquio
Foto: Reprodução - 26.mai.2020 / Reuters

Um alerta de tsunami foi emitido após um terremoto atingir a costa leste do Japão neste sábado (20), mesma área devastada pelo desastre de 2011, informou a emissora pública NHK. O alerta foi confirmado também pelo Centro Nacional de Alerta de Tsunami dos EUA.

O terremoto atingiu a costa da cidade de Miyagi às 18h26 (6h26, em Brasília) e teve uma magnitude de 7,2 a uma profundidade de 60 km, disse a Agência Meteorológica do Japão.

A distribuidora de energia Tokyo Electric Power disse que não encontrou irregularidades em sua usina nuclear de Fukushima – destruída pelo grande terremoto de março de 2011 que causou derretimentos nucleares e remoções em massa.

O órgão regulador nuclear do país também informou que não houve irregularidades na usina nuclear Onagawa da Tohoku Electric Power.

A província de Miyagi enfrenta cortes de energia em algumas áreas, de acordo com o site da empresa que abastece a região. A NHK disse que o serviço de trem-bala foi interrompido em ao menos uma linha na região.

"Foi um tremor muito forte de um lado para o outro. Foi ainda mais longo do que o terremoto do mês passado, mas pelo menos o prédio aqui está bem", disse Shizue Onodera à NHK da loja onde trabalha na cidade de Ishinomaki.

As equipes da CNN em Tóquio, cerca de 400 km ao sul do epicentro, sentiram o terremoto.

O terremoto de magnitude 7,2 aconteceu durante reunião do comitê organizador das Olimpíadas, que realizavam uma reunião para discutir se permitiriam a entrada de espectadores estrangeiros na agenda.

Não houve relatos imediatos de mortes ou ferimentos.

*Com Reuters.