Líderes da UE farão reunião de cúpula virtualmente devido ao aumento da Covid-19

Cúpula deve discutir formas de tornar a vacinação no bloco mais eficiente e relações com Rússia e Turquia

Da Reuters, em Bruxelas
21 de março de 2021 às 12:28
União Europeia
A União Europeia concordou formalmente com um conjunto de recomendações que permitirá que viajantes de fora do bloco visitem os países da UE
Foto: Shutterstock

Uma cúpula da União Europeia, que deve ocorrer de 25 a 26 de março em Bruxelas, agora será realizada por meio de videoconferência devido ao aumento das infecções pelo novo coronavírus em toda a Europa, disse um porta-voz da UE no domingo.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, que preside as cúpulas da UE, tomou a decisão de realizar a cúpula on-line na quinta (25) e sexta-feira (26), citando “o aumento de casos Covid-19 nos Estados membros”, disse seu porta-voz Barend Leyts em publicação no Twitter.

Uma terceira onda da Covid-19 está aumentando as infecções diárias, principalmente devido a variantes altamente contagiosas do coronavírus que estão forçando os governos a restringir vidas novamente, com Paris entrando em um bloqueio de quatro semanas no final da semana passada.

Os 27 líderes da UE deveriam discutir pessoalmente como acelerar as vacinações em todo o bloco, bem como a política industrial e as relações com a Turquia e a Rússia, de acordo com um esboço da declaração final da cúpula vista pela Reuters.

Diplomatas e autoridades dizem que as reuniões virtuais limitam as discussões e a tomada de decisões, mas que nenhuma negociação crítica é esperada na cúpula.