Londres não registra morte por Covid-19 pela primeira vez em 6 meses

Capital inglesa já passa por relaxamento das medidas de restrição contra a Covid-19

Sarah Dean, Stephanie Halasz, Martin Goillandeau, Lauren Said-Moorhouse and Bear Hutchinson, da CNN
29 de março de 2021 às 21:46 | Atualizado 29 de março de 2021 às 22:15
Pessoas praticam corrida em Londres
Pessoas praticam corrida em Londres
Foto: Yui Mok/PA Images via Getty Images

A cidade de Londres não registrou nenhuma morte por Covid-19 em um dia pela primeira vez em seis meses, de acordo com dados oficiais. 

As estatísticas da Saúde Pública da Inglaterra (PHE, na sigla em inglês) de domingo (28) mostraram que não houve nenhuma morte na capital inglesa, enquanto o país como um todo registrou 19 mortes.

A última vez que a cidade viveu um dia sem registrar mortes por Covid-19 foi em 14 de setembro. 

Os dados para Covid-19 nas segundas-feiras são usualmente baixos graças ao atraso das autoridades em reportar os números durante o final de semana, mas, ainda assim, os números têm sido vistos como sinais positivos, dado que a região estava registrando mais de 200 mortes por dia em janeiro. 

A notícia surge enquanto a orientação governamental para que os ingleses fiquem em casa é retirada e há maior flexibilização das medidas de isolamento, com a permissão para que grupos de até seis pessoas que moram em até duas casas diferentes se encontrem ao ar livre. 

O país ficou sob lockdown nacional desde 4 de janeiro, depois que uma nova e mais transmissível variante do novo coronavírus foi descoberta na Inglaterra. 

As instalações esportivas ao ar livre foram reabertas, como quadras de tênis, campos de golfe e piscinas, assim como competições ao ar livre também foram permitidas e sem limitação do número de participantes. 

Os casamentos não estão mais circunscritos a situações excepcionais, mas só há permissão para até seis convidados. 

O primeiro-ministro, Boris Johnson, pediu cautela em meio ao crescimento de novos casos de Covid-19 em outros países europeus. O Reino Unido tem o maior número total de vítimas fatais da Europa, com mais de 126 mil mortes confirmadas, de acordo com levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Homens praticam esgrima ao livre em Londres
Homens praticam esgrima ao livre em Londres
Homens praticam esgrima ao ar livre em Londres, após relaxamento das medidas de restrição à mobilidade.Crédito: Yui Mok/PA Images via Getty Images
  • Homens praticam esgrima ao livre em Londres
  • Pessoas curtem um dia de sol em um parque de Londres
  • Mulheres nadam no Hyde Park após relaxamento das medidas de restrição
  • Homens lutam boxe em parque público de Londres
  • Homem pratica tênis em Londres
  • Homens caminham por Londres ao lado de placa que pede distanciamento social
  • Pessoas pintam corações vermelhos em Mural Memorial da Covid-19 em Londres
  • Idosa sendo vacinada em Londres
  • Pessoas praticam corrida em Londres
  • Cartão de vacinação do NHS britânico
  • O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson

(Texto traduzido. Leia o original em inglês)