Equipes trabalham para resgatar baleia encalhada no Rio Tâmisa, em Londres

Acredita-se que o animal seja uma pequena baleia-minke, com três metros de comprimento

Mitchell McCluskey e Amanda Jackson, da CNN
09 de maio de 2021 às 22:04 | Atualizado 10 de maio de 2021 às 10:30

Equipes de resgate estão trabalhando para libertar uma baleia que está encalhada no rio Tâmisa, em Londres, de acordo com a Autoridade do Porto de Londres. A baleia foi avistada por volta das 14 horas (horário local) deste domingo (9) no Tâmisa, informou à CNN um porta-voz. 

Acredita-se que o animal seja uma pequena baleia-minke com cerca de três metros de comprimento. Especialistas em mamíferos marinhos da organização British Divers Life Rescue já estão trabalhando no local para libertar a baleia. 

Os especialistas juntaram-se às autoridades do Porto de Londres, do Royal National Lifeboat Institution e da brigada de incêndio de Londres.

Daniel Magee, que passava pelo local, gravou vários vídeos da baleia, e disse que pensou se tratar de uma foca. 

"Vimos um grupo de espectadores parados, olhando, fomos atrás e vimos, no começo deste ano, uma foca, o que já é incomum. Então pensamos que poderia ser a mesma foca", disse Magee à CNN

"À medida em que nos aproximamos, vimos uma barbatana, aí eu percebi que era uma baleia. Alguns guardadores de eclusas jogaram água nela com mangueiras até que a maré subisse para que ela pudesse se virar. Percebi que a baleia poderia se machucar ao tentar rolar e se debater", descreveu. 

 Outros espectadores, como David Korsaks, disseram à CNN que ficaram surpresos ao ver qualquer outro animal na área que não as aves típicas. 

"Foi quase uma descrença e também um choque ver uma baleia onde normalmente só se vê patos e cisnes", disse Korsaks. "Meus pensamentos seguintes foram: espero que esteja tudo bem e que ela logo consiga nadar livremente". 

Outra espectadora, Sophie Milner, também gravou um vídeo ao ver a pequena multidão que se formava no local para observar a cena.

“Acabamos de ver uma multidão de pessoas olhando para a baleia. Ela estava sendo cuidada por alguns especialistas quando chegamos lá”, disse ela.

(*Esta é uma matéria traduzida. Para ler a original, em inglês, clique aqui)