Três leopardos escaparam de um parque safári em uma das maiores cidades da China

Equipe do parque demorou uma semana para soar o alarme e "não causar pânico"; um dos animais continua desaparecido

James Griffiths, da CNN
11 de maio de 2021 às 23:56
Somente dois dos três leopardos que escaparam foram capturados até o momento
Somente dois dos três leopardos que escaparam foram capturados até o momento
Foto: Governo do Distritito de Fuyang

Um leopardo permanece à solta na área de uma das maiores cidades da China depois que três destes felinos escaparam de um zoológico durante o feriado de primeiro de maio. 

Moradores da área próxima ao Parque Safári de Hangzhou, que só informou o incidente uma semana depois que ele ocorreu, avistaram os gatos selvagens na semana passada e avisaram as autoridades, de acordo com nota do governo do distrito de Fuyang. 

Imagens de vigilância publicadas na sexta-feira (7) mostraram um dos leopardos andando nas proximidades de Jinyuan Villa, área nobre que fica a leste do parque.

Equipes de busca foram enviadas e dois dos animais foram recuperados, segundo as autoridades locais. Agora, há uma grande mobilização em busca do terceiro leopardo, reunindo funcionários do governo e moradores que fazem as buscas a pé. Drones também estão sendo utilizados na busca. 

O zoológico só notificou o público oficialmente depois que as buscas já estavam acontecendo, sete dias depois das fugas. De acordo com o jornal estatal The Paper, inicialmente a equipe do parque safári negou que os animais haviam escapado.

Em um comunicado emitido no sábado, o zoológico disse estar "sinceramente arrependido" por não ter alertado as pessoas antes, acrescentando: "Estávamos preocupados que o anúncio do incidente causasse pânico."

O comunicado afirma que os administradores consideram que os leopardos são todos jovens, há pouco risco, mas acrescentou que foi um erro e "aceitamos sinceramente as críticas" feitas pelo público.

O Hangzhou Safari Park foi fechado enquanto as autoridades locais investigam. O responsável pelo parque foi levado sob custódia policial.

Ainda não está claro como os leopardos escaparam. Preocupações com as más condições e padrões de segurança em zoológicos chineses foram levantadas no passado, como no ano anterior, quando um trabalhador no Shanghai Wildlife Park foi atacado e morto por um urso na frente de clientes que passavam por uma área de safári.

Inaugurado em 2002, o Hangzhou Safari Park abriga mais de 200 espécies de animais, incluindo pandas e elefantes. Os leopardos foram mantidos em uma área chamada 'Zona de Predador Perigoso'. 

Texto traduzido, leia original em inglês aqui.