Acidente em sinagoga israelense deixa dois mortos e centenas de feridos

Autoridades disseram que celebração ocorreu sem autorizaçao em sinagoga em construção

Reuters
16 de maio de 2021 às 17:40 | Atualizado 16 de maio de 2021 às 17:42
Acidente em sinagoga
Socorristas atendem vítimas de desabamento de arquibancada em sinagoga
Foto: Reprodução/CNN

 

Pelo menos dois fiéis foram mortos e mais de 100 ficaram feridos no domingo, quando uma arquibancada desabou em uma sinagoga em construção em um assentamento judeu na Cisjordânia ocupada, disse o serviço nacional de ambulâncias de Israel.

O acidente em Givat Zeev, ao norte de Jerusalém, levantou mais questões sobre medidas de segurança em grandes eventos ultraortodoxos, duas semanas depois que 45 peregrinos foram esmagados até a morte em uma debandada em um cemitério no norte de Israel.

Um porta-voz da polícia disse que 650 fiéis estavam no local de culto de Givat no início do feriado judaico de Shavuot.

O evento foi realizado em uma sinagoga parcialmente construída. O prefeito, o corpo de bombeiros e policiais disseram que a celebração foi realizada apesar da falta de autorização e das advertências oficiais de que a área de construção não era segura.

 

Um porta-voz do serviço de ambulâncias Magen David Adom disse que pelo menos duas pessoas morreram. Ambulâncias e helicópteros militares transportaram os feridos para hospitais.

Imagens de segurança transmitidas pelo Canal 12 de TV mostraram uma arquibancada lotada desabando, com fiéis caindo uns sobre os outros.

"Fomos chamados novamente para outro evento em que houve negligência e falta de responsabilidade. Haverá prisões", disse o chefe da polícia do distrito de Jerusalém, Doron Turgeman, do local, ao vivo na TV.