Papa Francisco deve deixar hospital e voltar o mais breve possível, diz Vaticano

Pontífice se recupera de cirurgia no intestino realizada em hospital em Roma em 4 de julho

Camila Neumam, da CNN, em São Paulo
13 de julho de 2021 às 08:36
Cúpula de Líderes sobre o Clima
Papa Francisco discursa na Cúpula de Líderes sobre o Clima
Foto: Reprodução/CNN Brasil (22.abr.2021)

O Papa Francisco continua o tratamento e a reabilitação após cirurgia para conter uma diverticulite (inflamação no cólon), no hospital Gemelli, em Roma. O pontífice foi operado em 4 de julho e desde então permanece no hospital, de onde já realizou uma missa e visitou pacientes do hospital.

Segundo o Vaticano, a recuperação de Francisco lhe permitirá retornar à Santa Sé “o mais breve possível”, informou Matteo Bruni, porta-voz de imprensa do Vaticano nesta terça-feira (13).

“O Santo Padre continua o tratamento planejado e reabilitação, o que lhe permitirá retornar ao Vaticano o mais breve possível”, escreveu. 

No boletim, há um pensamento do pontífice voltado às pessoas doentes e acamadas, dois dias depois de Francisco ter se visitado crianças do setor de oncologia do hospital onde está internado. 

“Entre os tantos enfermos que conheceu nestes dias, dirige um pensamento particular aos que estão acamados e não podem ir para casa: que vivam este tempo como uma oportunidade, ainda que vivida com dores, para se abrirem com ternura ao irmão enfermo ou irmã, na cama ao lado, com quem compartilhamos a mesma fragilidade humana”, descreveu o boletim.