Reino Unido aumenta salário de profissionais de saúde após protestos

Trabalhadores que atuam em saúde pública durante a pandemia no Reino Unido receberão um aumento salarial de 3%

Rob Iddiols, da CNN
21 de julho de 2021 às 17:14
Farmacêutica vacina idoso no Reino Unido com imunizante contra a Covid-19
Farmacêutica vacina idoso no Reino Unido com imunizante contra a Covid-19
Foto: Reuters

Trabalhadores que atuam em saúde pública no Reino Unido receberão um aumento salarial de 3% em reconhecimento “à sua contribuição para a pandemia”, de acordo com o Departamento de Saúde, mais do que o aumento de 1% prometido em março, que causou consternação pública.

O aumento salarial será datado de abril de 2021 para equipes, incluindo enfermeiros, paramédicos, consultores, dentistas e médicos de clínica geral assalariados. No entanto, na terça-feira (20), uma petição com mais de 800 mil signatários foi entregue em Downing Street pedindo um aumento de 15% no salário de todos os funcionários do NHS, o serviço nacional de saúde britânico, semelhante ao Sistema Único de Saúde (SUS), no Brasil.

Com uma oferta inicial de um aumento salarial de 1% em março deste ano, funcionários do NHS, sindicatos e o público em geral argumentaram que a proposta era um reflexo injusto da contribuição dos profissionais de saúde durante a pandemia.

De acordo com uma declaração do Departamento de Saúde e Assistência Social nesta quarta-feira (21), o governo aceitou as recomendações do independente NHS Pay Review Body (NHSPRB) e do Review Body for Doctors 'and Dentists' Renumeration (DDRB) e está “comprometido a oferecer às equipes do NHS um aumento salarial em reconhecimento ao impacto único da pandemia no sistema”.

Para a enfermeira média, isso significará um adicional de £ 1.000 (US$ 1.371) - cerca de 7 mil reais, por ano, enquanto muitos carregadores e faxineiros receberão cerca de £ 540 (cerca de 3,8 mil reais) a mais, disse o governo.

“O pessoal do NHS está recebendo, com razão, um aumento salarial este ano, apesar da ampla pausa salarial no setor público, em reconhecimento aos seus esforços extraordinários. Pedimos aos órgãos independentes de revisão de pagamentos suas recomendações e tenho o prazer de aceitá-las na íntegra, com um aumento de 3% no salário de todos os funcionários, de médicos e enfermeiras a paramédicos e carregadores, disse o Secretário de Saúde e Assistência Social, Sajid Javid.

Texto traduzido, leia o original em inglês.