Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Conselheiro de Biden diz que EUA estudam formas de ajudar Brasil contra Covid-19

    Anthony Fauci promete se reunir com autoridades brasileiras e, depois de analisar situação do país, buscar meios de ajudar no combate ao novo coronavírus

    Murillo Ferrari e Alvaro Gadelha, da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    Anthony Fauci, imunologista e conselheiro do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta quarta-feira (24) que os Estados Unidos estudam formas de ajudar o Brasil no combate da pandemia do novo coronavírus.

    “Sim, nós vamos nos encontrar com as autoridades brasileiras e vamos discutir os meios em que podemos ajudar. Eu gostaria de ver antes a apresentação deles da situação para que talvez possamos ajudá-los no futuro”, disse o infectologista, ao ser questionado por uma jornalista brasileira.

    Na terça-feira (23), o Brasil registrou o maior número de mortes diárias pela Covid-19 em 24 horas: 3.251. O país totaliza 298.676 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus e está atrás apenas dos EUA.

    “Também precisamos lembrar que estamos assumindo um lugar ativo na Covax, com um comprometimento de US$ 4 bilhões. E então, após também solucionarmos a situação difícil do nosso país podemos pensar em fornecer as vacinas excedentes aos países necessitados”, completou Fauci.

    Anthony Fauci: 'EUA estudarão formas de ajudar o Brasil no combate à pandemia'
    Anthony Fauci, conselheiro de Joe Biden, afirmou que EUA estudam formas de ajudar Brasil no combate à pandemia
    Foto: Jonathan Ernst – 21.jan.2021/Reuters

    Na mesma entrevista, o coordenador da força-tarefa contra a Covid-19 nos EUA disse estar preocupado com a situação da pandemia no Brasil.

    “Temos conversado diariamente com pessoas no Brasil sobre o que está acontecendo lá, e não posso dar mais informações, além de que estamos profundamente engajados”, declarou Andy Slavitt.

    Mais Recentes da CNN