'Cinturão da ferrugem': entenda o que é e qual a importância dessa área dos EUA

Localizada no nordeste dos Estados Unidos, região é composta pelos estados de Michigan, Minnesota, Ohio, Iowa, Pensilvânia e Wisconsin

Jéssica Otoboni, da CNN, em São Paulo
04 de novembro de 2020 às 11:13 | Atualizado 04 de novembro de 2020 às 18:25

 

Desde o começo da campanha presidencial, o candidato democrata Joe Biden disse aos membros do partido que conseguiria vencer o republicano Donald Trump se conseguisse reconquistar os estados da região conhecida como "cinturão da ferrugem".

Acompanhe a apuração das eleições americanas em tempo real

Essa área, localizada no nordeste dos Estados Unidos, é composta pelos estados de Michigan, Minnesota, Ohio, Iowa, Pensilvânia e Wisconsin, que tiveram uma indústria muito desenvolvida até o século 20, mas depois sofreram com o declínio da economia, com desemprego, redução da população e decadência urbana.

O nome "cinturão da ferrugem" faz referência às fábricas hoje abandonadas na região.

Assista e leia também:
Veja as principais projeções da CNN na apuração das eleições nos EUA
O que são os delegados e como funciona o voto indireto nas eleições dos EUA
5 pontos para se prestar atenção antes do resultado final das eleições nos EUA
Eleições nos EUA: Pensilvânia é o estado mais decisivo para Trump e Biden
'Trump não vai questionar a eleição inteira, mas pedir recontagem', diz Rezende

'Swing states'

O cinturão conta com alguns estados decisivos chamados "swing states", aqueles que não são tradicionalmente democratas ou republicanos e cujo apoio a um determinado partido oscila a cada votação.

Os seis estados do "cinturão da ferrugem" garantiram ao democrata Barack Obama a vitória nas eleições de 2008 e 2012. Já em 2016, o então candidato republicano Donald Trump apelou aos habitantes e disse que iria devolver os empregos.

Com a exceção de Minnesota, todos os estados da região votaram em Trump em 2016, culminando na derrota da democrata Hillary Clinton. 

Em Michigan, a situação mudou em 2020. O candidato democrata Joe Biden venceu a disputa no estado, onde teve 49,8% dos votos contra 48,6% do atual presidente, Donald Trump. Com a vitória, Biden se aproxima dos 270 delegados necessários para conquistar a eleição.

Fábrica abandonada na cidade de Youngstown, em Ohio
Fábrica abandonada na cidade de Youngstown, em Ohio, um dos estados do "cinturão de ferrugem"
Foto: Reprodução - 07.nov.2016 / Reuters

De Wisconsin a Pensilvânia, o aumento dos empregos no setor privado dos três primeiros meses de 2017 até o mesmo período de 2020 foi inferior ao restante do país. Em Michigan, Wisconsin e Ohio houve um crescimento de 2%, em comparação à média nacional de 4,5%, de acordo com informações do Departamento de Estatísticas de Trabalho dos EUA.

Até as 11h15 desta quarta-feira (4), a eleição já estava definida em Ohio e Iowa, que deram vitória a Trump, e em Minnesota, que deu seus 10 delegados a Biden. Em Pensilvânia, os resultados preliminares indicavam a liderança do republicano. Em Michigan e em Wisconsin, do democrata.

(Com Reuters)