Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden vence no Arizona, encerrando longo período de domínio republicano

    Projeção da CNN confirma que Biden venceu no Arizona, levando assim mais 11 delegados. É apenas a 2ª vezes em mais de 7 décadas que um democrata vence

    Por Dan Merica,

    da CNN

    Ouvir notícia


     

    Apenas pela segunda vez em mais de sete décadas, um democrata vence o Arizona em uma eleição presidencial americana, uma mudança bastante significativa para um estado que já foi um reduto republicano.

    Desde 1948, quando o democrata Harry Truman venceu no estado, ocorreram 17 eleições americanas antes da de 2020, vencida por Biden. Entre essas 17 votações, apenas em 1996, com Bill Clinton superando Bob Dole, os democratas ganharam dos republicanos no Arizona na escolha do presidente.  

    A CNN projetou, no fim da noite desta quinta-feira (12) pelo horário do estado, que o presidente eleito Joe Biden derrotou Donald Trump no Arizona, levando, assim, mais 11 delegados. 

    Com 99% de apuração no estado, Biden soma 49,4% (1.668.684 votos), contra 49,1% de Trump (1.657.250). Veja o mapa da apuração.

    Leia também:
    Acompanhe o resultado das eleições dos EUA
    Departamento de Estado impede Biden de acessar mensagens de líderes estrangeiros

    O presidente eleito dos EUA, Joe Biden
    O presidente eleito dos EUA, Joe Biden
    Foto: Jonathan Ernst – 10.nov.2020 / Reuters

     

    Ainda com Geórgia e Carolina do Norte sem um resultado definitivo, a projeção da CNN mostra Biden com 290 delegados do colégio eleitoral contra 217 de Trump. Com 270, um presidente americano é eleito.

    A vitória de Biden no estado que impulsionou líderes republicanos como Barry Goldwater e John McCain à proeminência nacional pode prever problemas para o partido no futuro. Três mudanças importantes no estado ajudaram os democratas este ano: uma população latina crescente que apoia os democratas, um aumento de eleitores que se mudaram de estados mais liberais como Califórnia e Illinois para o Arizona e a forma como os eleitores que vivem nos subúrbios de cidades romperam totalmente com o Partido Republicano liderado por Trump.

    O Arizona, ao ficar “azul” (a cor do partido democrata), está se aproximando de seu vizinho a noroeste – Nevada, onde os democratas assumiram o controle de quase todos os aspectos do governo – e se afastando da tradicional tendência à direita do estado.

    A vitória democrata – declarada dias após a CNN projetar a vitória de Biden na corrida presidencial – foi ancorada pelo condado de Maricopa, onde fica o Phoenix e quase 60% de todos os habitantes do estado.

    Maricopa é o condado de crescimento mais rápido do país, transformando-se nas últimas duas décadas em uma massa extensa de centros metropolitanos, comunidades planejadas queimadas pelo sol e movimentados shoppings.

    “O condado de Maricopa ganhou o estado do Arizona para Mark Kelly e Joe Biden”, disse Steven Slugocki, presidente dos democratas do condado. “Aqui em Maricopa, comprometemos nossos recursos para contatar eleitores negros, mulheres e grupos tradicionalmente sub-representados em todo o estado. Nossa estratégia se mostrou eficaz”.

    Mais Recentes da CNN