Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Israel joga bombas onde tem crianças e mata inocentes sem nenhum critério”, diz Lula

    Presidente declarou que reação do governo israelense é tão grave quanto os ataques de 7 de outubro do Hamas, que ele classificou como atos terroristas

    Lucas Schroederda CNN

    em São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta segunda-feira (13) que Israel bombardeia locais onde há crianças e mata inocentes sem critério algum na Faixa de Gaza.

    “A quantidade de mulheres e crianças que já morreram e a quantidade de crianças desaparecidas, a gente não tem conhecimento em outra guerra”, declarou Lula durante evento em Brasília.

    “Nessa guerra, depois do ato provocado, e eu digo ato de terrorismo do Hamas, as consequências, as soluções de Israel, é tão grave quanto foi a do Hamas, porque eles estão matando inocentes sem critério nenhum. [Israel] joga bomba onde tem criança, onde tem hospital, a pretexto que um terrorista está lá. Não tem explicação.”

    A CNN procurou a Embaixada de Israel para comentar as declarações do presidente Lula e aguarda retorno.

    Não vamos deixar nenhum brasileiro na Cisjordânia se ele quiser sair, diz Lula

    Ao comentar a repatriação de 32 brasileiros que estavam na Faixa de Gaza e aguardaram 36 dias para atravessar a passagem de Rafah, entre Gaza e o Egito, Lula disse estar feliz com a operação de resgate dos cidadãos.

    “Nós estamos trazendo o que foi possível liberar com muito sacrifício, porque dependia da boa vontade de Israel, dependia da quantidade de pessoas, porque a gente não sabia.”

    “Todo dia [eu] ligava de manhã e de tarde, ligava com o ministro de Israel, ligava com o ministro do Egito, ligava com o nosso embaixador. Finalmente, nós conseguimos trazer as 32 pessoas. Agora, vamos ver se tem gente na Cisjordânia que queira vir, porque nós não vamos deixar nenhum brasileiro ou brasileira lá se ele quiser voltar”, completou o presidente.

    Brasileiros repatriados em Gaza deixam Egito e decolam rumo a Brasília

    O avião com os 32 brasileiros que deixaram a Faixa de Gaza no domingo (12) decolou rumo ao Brasil na manhã desta segunda-feira (13). O desembarque na Base Aérea de Brasília está previsto para 23h30. No local, Lula deve recepcionar os repatriados.

    Das 34 pessoas que pediram ao governo brasileiro para serem repatriadas – 24 brasileiros e 10 familiares palestinos próximos -, contempladas com autorização para sair de Gaza em lista divulgada na última quinta-feira (9), 32 atravessaram a passagem fronteiriça de Rafah pela primeira vez desde o início do conflito.

    Segundo o Itamaraty, duas pessoas do grupo que constavam na lista original desistiram da repatriação e decidiram permanecer em Gaza. Conforme apurou a CNN, duas brasileiras, mãe e filha, decidiram ficar no território palestino por motivos pessoais.

    Entenda em 6 pontos como será o trajeto até o Brasil

    • Os 32 brasileiros cruzaram a passagem de Rafah, fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito;
    • O grupo embarcou em veículos fretados pela Embaixada do Brasil no Egito e seguiu para o Cairo;
    • Pernoite na capital do Egito, onde receberam apoio do governo federal;
    • Embarque no avião VC-2, da Presidência da República;
    • Escalas técnicas em Las Palmas (Espanha) e Recife;
    • Chegada à Base Aérea de Brasília, prevista para 23h30 desta segunda-feira (13).

    Rota primária de repatriação de brasileiros que estavam em Gaza