Crivella: pessoas gostam de morar em áreas de risco pois gastam menos com cocô


02 de março de 2020 às 15:03 | Atualizado 02 de março de 2020 às 16:11
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, durante coletiva sobre o Carnava

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, durante coletiva sobre o Carnaval Rio 2020

Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil (21.fev.2020)

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), disse na noite de domingo (1º) que as pessoas gostam de morar perto de áreas de risco “porque gastam menos tubo para colocar cocô e xixi”. Ele fez a afirmação durante uma reunião no Centro de Operações do Rio de Janeiro, transmitida ao vivo em sua conta oficial do Facebook. 

Crivella afirmou que “podemos fazer muito pela cidade”, mas “tem certas coisas que o cidadão tem que fazer por si mesmo”. “Não morar em áreas de risco onde está descendo talvegues (caminho por onde passa a água da chuva)”, ressaltou ele.

“Essas áreas onde nós temos, olhando historicamente, os casos trágicos, os casos mais difíceis de falecimento. Todas as encostas nossas são perigosas, mas aonde descem as águas predominantemente, os chamados talvegues, e as pessoas gostam de morar ali perto porque gastam menos tubo para colocar cocô e xixi e ficar livre daquilo. Essas áreas são muito perigosas”, declarou Crivella.

A capital fluminense está em estado de alerta depois que fortes chuvas atingiram a cidade neste fim de semana. Ao menos quatro pessoas morreram em razão dos temporais, de acordo com informações da Defesa Civil Estadual.

O prefeito pediu ainda à população que não jogue papel e lixo nas ruas, pois entopem os cerca de 750 mil bueiros da cidade. / Com Agência Brasil