Passa de 40 o número de desaparecidos na Baixada Santista, dizem bombeiros


03 de março de 2020 às 12:27 | Atualizado 03 de março de 2020 às 12:30
Carros ficam em alagamentos após chuvas em Santos

Carros ficam em ruas alagadas após chuvas em Santos

Crédito: Reprodução/Twitter

Ao menos 44 pessoas estão desaparecidas após o temporal que atingiu a região da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (3). A informação foi divulgada pelo capitão e porta-voz do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Marcos Palumbo.

De acordo com os bombeiros, os desaparecimentos ocorreram nas cidades do Guarujá, São Vicente e Santos, onde foram registrados deslizamentos. Os militarem estão atuando em sete ocorrências na região.

"O terreno está muito encharcado, o que pode causar novos deslizamentos de terra. O local é muito perigoso, mas as equipes continuam no trabalho", afirma Palumba. 

Ao menos 10 pessoas morreram em razão da forte chuva que atingiu a Baixada Santista na madrugada desta terça-feira (3). De acordo com a Defesa Civil, 28 foram soterradas.

A Prefeitura de Santos decretou estado de emergência. O governador João Doria lamentou as mortes e anunciou que visitará o Guarujá, um dos locais mais afetados pela tempestade.