Sobe para 488 o número de casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil


Da CNN Brasil, em São Paulo
03 de março de 2020 às 17:08 | Atualizado 03 de março de 2020 às 17:13
O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (3) que o Brasil tem 488 casos

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (3) que o Brasil tem 488 casos suspeitos de COVID-19 (29.fev.2020)

Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (3) que o Brasil tem 488 casos suspeitos de COVID-19. O país permanece com dois pacientes diagnosticados com a doença: ambos moram em São Paulo e contraíram a doença durante visita recente à Itália.

Os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul concentram o maior número de casos suspeitos, sendo 130 e 82, respectivamente. Até agora já foram descartadas 240 suspeitas pelo Ministério da Saúde.

No mundo, são 88.948 casos confirmados, sendo 1.804 novos, distribuídos em 64 países. O número de óbitos chegou a 3.043.

A pasta vai incluir até a quarta-feira, 4, novos países na lista de alerta para casos suspeitos do novo coronavírus, incluindo os Estados Unidos, informou o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis.

Com isso, segundo ele, aproximadamente 30 países estarão na lista. Se enquadram em casos suspeitos as pessoas que regressam desses países e apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar. Em função da ampliação, a pasta destacou que, a partir de agora, a preocupação do ministério é mais direcionada a prevenção e assistência, e menos as estatísticas.

O secretário-executivo afirmou que a orientação do ministério é de que, pessoas que venham da lista de países em alerta, não procurem o sistema de saúde quando tiverem apenas "sintomas leves ou estiverem quase assintomáticas". Com Estadão Conteúdo.