Após nove meses interditada, avenida Niemeyer é reaberta no Rio de Janeiro


Gabriela Coelho Da CNN Brasil, em Brasília
07 de março de 2020 às 16:18
 
Avenida Niemeyer, no Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro informou que investiu mais de R$ 34 milhões em 56 intervenções ao longo da avenida Niemeyer

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Após nove meses fechada, a avenida Niemeyer, no Rio de Janeiro, foi reaberta, nos dois sentidos, na manhá deste sábado (7). A via, que liga os bairros de Leblon e São Conrado, na zona sul da cidade fluminense, foi interditada por determinação do Tribunal de Justiça do Rio em maio de 2019, depois que duas pessoas morreram atingidas por um deslizamento de terra. A medida foi adotada para reduzir o risco de novos acidentes.

A decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha — divulgada na sexta-feira (6) —, atendeu a um pedido de suspensão da prefeitura do Rio de Janeiro, que alegou ter tomado todas as providências para reduzir os riscos e que após oito meses de interdição não houve deslizamentos no local,

Ao analisar o pedido da prefeitura, o ministro João Otávio de Noronha afirmou que o poder público conseguiu demonstrar que há segurança para a reabertura da via, e com isso a manutenção da interdição se torna medida desproporcional.

"Não subsistem os fundamentos da liminar então deferida, de modo que é desnecessária e desproporcional a manutenção da interdição da via em questão, causando imensurável impacto econômico e administrativo na circulação e mobilidade da cidade", afirmou o ministro.

Prefeito acompanhou reabertura

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, acompanhou a reabertura da avenida Niemeyer. Ele comemorou a medida, na sexta-feira (6), em um vídeo compartilhado nas redes sociais. 

"Foi importante para o Rio de Janeiro. Já terminamos a obra, essa via está há um ano fechada, passam por dia aqui cerca de 40 mil pessoas que estavam entupindo o túnel”, disse o prefeito. “Tenho certeza que o carioca vai ficar feliz. É importante dizer que gastamos mais de R$ 30 milhões nessas obras. Hoje, a Niemeyer é um dos lugares mais seguros do Rio de Janeiro. É claro que pode ter um problema eventual, mas não naquele volume que tivemos um ano atrás", afirmou.

Segundo a prefeitura do Rio, foram investidos mais de R$ 34 milhões em 56 intervenções ao longo da avenida Niemeyer. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação (SMIH) afirma que as intervenções garantem a segurança da via para veículos, pedestres e moradores. Apesar disso, a Niemeyer será fechada em caso de chuvas de 38 milímetros em uma hora, com ventos de até 70 quilômetros por hora. 

A via foi fechada a pedido do Ministério Público após deslizamentos de terra na encosta do morro Dois Irmãos, no primeiro semestre de 2019. Em fevereiro, duas pessoas morreram quando um deslizamento atingiu um ônibus. Em maio, um novo deslizamento fechou a avenida e atingiu uma casa, mas ninguém ficou ferido. (Com Estadão Conteúdo)