Para especialista, resgate de navio encalhado no Maranhão é possível


14 de março de 2020 às 16:08
Navio da Vale com minério de ferro encalha no litoral do Maranhão (26.fev.2020)

Navio da Vale com minério de ferro encalha no litoral do Maranhão (26.fev.2020)

Crédito: Divulgação/Marinha

Na manhã desta sexta (28), o Ibama (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) detectou uma mancha de óleo próxima ao navio carregado de minério que está encalhado no litoral do Maranhão.

Em entrevista ao jornal CNN 360°, Carlos Camargo, especialista em gerenciamento de risco naval, diz que a situação é preocupante, mas, felizmente, o vazamento é pequeno e, por ser uma mancha de “óleo morto”, é possível direcionar os equipamentos e a estratégia para recolher ou dispersar essa mancha.

 

"O óleo em contato com as intempéries, com o vento e a corrente sofre um processo chamado temperismo, que é quando ele começa a perder suas características físicas e químicas. Por isso, o Ibama conseguiu ver se o vazamento é de óleo velho e se é temperado ou não", explica.

Questionado se tanto o óleo normal quanto o óleo morto são danosos para o meio ambiente, Camargo afirma que sim, mas a tratativa muda. “Nesse momento, como a quantidade de óleo vazado é pequena, talvez o mais indicado seja monitorar como a mancha se comporta e, assim, fazer uma modelagem da dispersão de óleo e ver para onde o produto iria e em que condições chegaria”, diz.

Para o especialista, há duas alternativas para resgatar a embarcação: descarregar o navio ou fazê-lo navegar tampando os buracos.

“Existe tecnologia para fazer as duas opções. Considerando a primeira hipótese seria necessário outros navios para aliviar o peso da embarcação e, com isso, voltaria para o porto para fazer os reparos. Já a segunda depende do tamanho dos dois buracos e se estão acima ou abaixo da linha d’água. As equipes que estão lá são de primeiro mundo, os mais indicados para esse tipo de trabalho”, conclui.

O navio MV Stellar Banner, que transporta cerca de 295 mil toneladas de minério de ferro da mineradora Vale, encalhou na última segunda-feira na costa do Maranhão após sofrer uma avaria.

A embarcação está encalhada a cerca de 100 quilômetros da costa de São Luís (MA), fora do canal de acesso do Terminal Marítimo Ponta da Madeira. Os 20 tripulantes que estavam no navio foram retirados em segurança.