Alunos do Rio poderão assistir às aulas pelo celular


Jairo Nascimento Da CNN Brasil, no Rio
18 de março de 2020 às 15:31 | Atualizado 18 de março de 2020 às 15:57

O secretário estadual de Educação do Rio de Janeiro, Pedro Fernandes, afirmou à CNN Brasil que 680 mil alunos da rede de ensino do estado poderão assistir ao conteúdo das aulas usando o celular.

Após uma reunião, na tarde desta quarta-feira (18), no Palácio Guanabara, ficou decidido o uso de uma plataforma da Google para que os alunos acessem um conteúdo com vídeos e material de apoio produzido pela Secretaria de Educação.

A Google ofereceu a plataforma de aula gratuitamente para a secretaria. Fernandes também disse que o serviço poderá ser estendido para os municípios que enfrentarem dificuldades com a manutenção das aulas durante o surto de coronavirus. Sobre o acesso via celular, o secretário disse que entrou em contato com quatro operadoras de telefonia para que os dados usados para o acesso ao sistema não sejam cobrados de professores e alunos. O Estado pagará por estes custos.

Segundo Fernandes, os custos estão sendo calculados. O anúncio da plataforma será feito em breve. O secretário também afirmou que as aulas só voltarão ao normal após determinação da Secretaria Estadual de Saúde.