Costureiras de comunidades do Rio vão produzir 1 milhão de máscaras de pano

Profissionais receberão ajuda de custo e materiais necessários para a fabricação da proteção contra o contágio pelo novo coronavírus

Da Agência Brasil
10 de abril de 2020 às 15:31
Homem usa máscara protetora na Rocinha, no Rio de Janeiro, em meio à pandemia de coronavírus
Foto: Ricardo Moraes/Reuters (18.mar.2020)

Costureiras de 25 comunidades do Rio de Janeiro vão começar a produzir 1 milhão de máscaras de pano, que serão distribuídas em estações de trem, metrô e BRT. A iniciativa é da prefeitura do Rio de Janeiro.

Ao todo, serão mobilizadas cerca de 600 costureiras, sendo 500 de 25 comunidades do Rio de Janeiro como Rocinha, Maré, Vidigal, Alemão e Pavão-Pavãozinho. Outras costureiras fazem parte de um grupo de artesãs que serão contactadas pela Secretaria de Cultura.

Segundo a prefeitura, a estimativa é que cada costureira entregue 3 mil máscaras por mês. Elas receberão uma ajuda de custo e todo o material para a confecção das máscaras. Até o final da próxima semana, começa a distribuição em pontos específicos.

A estimativa é que sejam destinados mais de R$ 2 milhões para a confecção. Os recursos virão do fundo criado para o combate à COVID-19.