Embaixada da Itália no Brasil pede que italianos retornem com urgência ao país

Comunicado foi divulgado logo após atualização dos números do novo coronavírus no país

Da CNN, em São Paulo
11 de abril de 2020 às 19:00
O passaporte italiano
O passaporte italiano: embaixada informa que companhias aéreas estão operando com voos para Europa
Foto: Sarah Passos/Pixabay

A Embaixada da Itália no Brasil publicou um comunicado neste sábado (11), em que pede que italianos retornem ao país de origem com urgência.

O anúncio acontece logo após a atualização dos dados do Ministério da Saúde sobre o novo coronavírus. Até a tarde deste sábado, foram confirmados mais de 20 mil casos e 1.124 mortes por COVID-19.

O texto informa que as companhias aéreas Lufthansa e Air France ainda estão operando voos para Europa, que permitiria a chegada até o país. A Alitalia suspendeu todos os voos do Brasil até Roma até 15 de maio.

Qualquer pessoa que chegue à Itália tem de ficar em auto-isolamento por 14 dias. Até maio, o país está em quarentena nacional, com restrição de movimento e a maior parte do comércio fechada.

Desde o início de abril, o novo coronavírus têm se mantido relativamente estável na Itália, com cerca de 4.000 infecções e 600 mortes diárias. Ao todo, foram registrados 152.271 infecções e 19.468 vítimas da doença.

A Itália era o país com mais fatalidades pela COVID-19 desde o início de março. Neste sábado, foi superada pelos Estados Unidos, novo epicentro da pandemia.

Leia também:

EUA ultrapassam Itália e se tornam país com maior número de mortes