Professores de SP devem voltar ao trabalho à distância nesta segunda 

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), material impresso será enviado pelos Correios para estudantes e haverá conteúdo em plataforma digital

Bianca Camargo, da CNN, em São Paulo
13 de abril de 2020 às 03:20 | Atualizado 13 de abril de 2020 às 03:36
Ensino à distância (EAD) será alternativa para aulas durante pandemia de COVID-19
Foto: Divulgação/MCTIC

Os professores da cidade de São Paulo devem retornar ao trabalho nesta segunda-feira (13) para planejar, à distância, como será volta do ensino em meio à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Os docentes terão até quarta-feira (15) para receber orientações sobre as plataformas digitais e como será a organização do trabalho online.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), o processo de aprendizagem terá como base material pedagógico impresso, que vai ser enviado para estudantes pelos Correios e estará disonível pela da plataforma digital disponibilizada pela SME.

As equipes gestoras e docentes podem usar diferentes tecnologias, desde que gratuitas, para organizar reuniões virtuais, bem como planejar as atividades complementares que serão realizadas com os estudantes.

O material impresso será disponibilizado aos estudantes para estudo por dois meses, devendo ser complementado com outras atividades planejadas pelos professores, tendo como ponto de partida: o Projeto Político Pedagógico, os resultados da Prova São Paulo e as avaliações internas.

Durante a suspensão das atividades presenciais, os professores e as equipes devem ficar disponíveis online no mesmo período em que estariam na escola.