HC de São Paulo faz parto de emergência em mulher com novo coronavírus

O bebê, uma menina, nasceu com 31 semanas de gestação e está estável; mãe continua internada em estado grave

Da CNN, em São Paulo
14 de abril de 2020 às 17:06 | Atualizado 14 de abril de 2020 às 17:11
Parto foi feito no leito da UTI; o bebê, uma menina, nasceu com 31 semanas de gestação e passa bem, a mãe continua internada em estado grave (12.abr.2020)
Foto: Reprodução/Hospital das Clínicas


O Hospital das Clínicas de São Paulo realizou um parto de emergência dentro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) reservada a pacientes infectados pelo novo coronavírus. 

A cesariana, no próprio leito, foi feita depois que a mãe, de 28 anos, chegou ao HC em estado gravíssimo na noite do domingo de Páscoa, dia 12 de abril. Diante da gravidade do caso, a equipe médica decidiu pelo procedimento ainda no mesmo dia. 

O bebê, uma menina que nasceu com 31 semanas de gestação, está internada na UTI neonatal. Seu estado de saúde é estável, mas ainda demanda cuidados. Já a mãe segue em estado grave, respirando por ventilador e acompanhada na Unidade de Terapia Intensiva por uma equipe multidisciplinar. Ela testou positivo para a COVID-19.

Médicos do HC realizaram parto de emergência em gestante com novo coronavírus; com a gravidade da situação, o procedimento foi realizado no leito da UTI (12.abr.2020)
Foto: Reprodução/Hospital das Clínicas

De acordo com o médico coordenador da UTI, Bruno Besen, com a pediatra Glenda Beozzo e a obstetra Renata Lopes, responsáveis por gerenciar as pacientes, a gravidade do caso não permitiu nem que a mãe fosse transferida para o centro obstétrico. 

Todo o Instituto Central do Hospital das Clínicas de São Paulo está reservado para o atendimento de pacientes com o novo coronavírus, isolado dos outros institutos para diminuir o risco de contaminação de pessoas acompanhadas por outras enfermidades. 

Uma das principais frentes de auxílio às vítimas da pandemia na capital paulista, o HC já disponibilizou 200 leitos de UTI apenas nessa primeira fase da campanha contra a doença. De acordo com o último boletim do hospital, 286 pacientes estão internados com o novo coronavírus, 154 na UTI. O Instituto Central conta com um total de 900 leitos.