Mandetta, testes para combater a COVID-19 e mais da noite de 15 de abril

Assista ao 5 Fatos Noite, apresentado por Daniela Lima

Da CNN, em São Paulo
15 de abril de 2020 às 20:36 | Atualizado 15 de abril de 2020 às 20:45
 
 
A demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, os números atualizados do novo coronavírus no Brasil, os testes com um medicamento que teria se mostrado eficiente contra a doença e a lotação de UTIs de hospitais estão entre os destaques do 5 Fatos Noite desta quarta-feira, 15 de abril de 2020.

Saída de Mandetta

A demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi tratada abertamente por ele e pelos principais nomes da equipe da pasta em entrevista coletiva nesta quarta. Segundo Mandetta "claramente existem divergências” entre ele e o presidente. O ministro afirmou que sua equipe está unida e vai deixar a pasta após ajudar na transição.

COVID-19 no Brasil

E em meio à crise política, subiu para 1.736 o número de mortos por COVID-19 no Brasil. O de casos confirmados passou de 28 mil.

Tratamento

O governo anunciou que vai iniciar, em breve, testes com um medicamento que teria se mostrado eficiente contra o novo coronavírus. Em ensaios laboratoriais, a droga teria reduzido em quase 94% a carga viral. 500 pessoas vão participar dos testes, que terão 14 dias de duração.

Sistema de saúde

Hospitais que são referência da rede pública na Grande São Paulo estão com lotação de suas UTIs em torno de 80%. O índice foi divulgado em balanço do grupo que faz a gestão do novo coronavírus no estado.

Orçamento de guerra

O Senado aprovou na noite desta quarta o texto base do chamado "Orçamento de Guerra". O texto dos senadores é diferente do que foi votado na Câmara e deve ser novamente analisado pelos deputados.

E nas redes sociais...

As buscas de notícias sobre a provável demissão de Mandetta estão em alta.

Assina a newsletter

E não deixe de assinar a nossa newsletter 5 Fatos pelo site: newsletter.cnnbrasil.com.br