Nenhuma das 45 maiores cidades de São Paulo alcança 60% de isolamento social

A cidade de São Paulo ficou 20 pontos percentuais abaixo da meta, com isolamento apenas de metade da população (50%)

Pedro Duran da CNN, em São Paulo
15 de abril de 2020 às 12:32 | Atualizado 15 de abril de 2020 às 19:53
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB)
Foto: Paulo Guereta - 3.abr.2020/O Dia/Estadão Conteúdo

Em meio à pandemia do novo coronavírus, nenhuma das 45 maiores cidades do estado de São Paulo atingiu 60% de isolamento social nesta terça-feira (14) -- ou seja, ficaram abaixo do nível de 70% definido como meta pelo governo paulista.

A cidade de São Paulo ficou 20 pontos percentuais abaixo da meta, com isolamento de apenas metade da população (50%).

No fim da manhã, a CNN teve acesso a uma versão inicial da lista que não contemplava cidades com menos de 70 mil habitantes. Os novos números, entregues ao governo pela Vivo no começo da tarde, apontam que algumas cidades menores alcançaram mais que 60% do isolamento. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deve anunciar amanhã (16) as cidades que conseguiram atingir bons índices de isolamento social.

Leia também:
Doria aponta como 'última alternativa' endurecimento de medidas por isolamento
Período crítico do novo coronavírus no Brasil será entre maio e agosto
Drones serão usados para evitar aglomerações no Rio de Janeiro

'Lockdown' descartado

Apesar de os números não estarem próximos da meta estabelecida pelo governo de São Paulo, membros do primeiro escalão disseram à CNN que Doria descarta nesse momento endurecer o isolamento social com medidas como o “lockdown”, proibindo a circulação de pessoas nas ruas e adotando o uso da força pela Polícia Militar.

A aposta do governo é na conscientização gradual das pessoas, que deve aumentar com uma elevação significativa da curva de contágio do novo coronavírus, já que o estado acaba de receber mais de 700 mil testes para a doença que vieram da Coreia do Sul. Com isso, a fila para testagem pode ser zerada.

 

Grande ABC tem 70% dos leitos ocupados

Mesmo com o isolamento social sem chegar a 70% no estado, o coordenador do Centro de Contingência de Coronavírus, David Uip, fez um agradecimento às pessoas que estão obedecendo a quarentena durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira (15). “Eu fiquei em quarentena, posso dizer que não é simples, mas é completamente necessário”, disse.

Uip também informou que aproximadamente 70% dos leitos do Grande ABC estão ocupados. “São dados relevantes, que mostram a necessidade de ampliarmos as medidas adotadas pelo governo de São Paulo, como o isolamento social”, afirmou.

De acordo com a atualização mais recente da Secretaria Estadual de Saúde, há 9.371 casos confirmados de COVID-19 no Estado, com 695 óbitos. De ontem (14) para hoje, houve um acréscimo de 15% no número de mortes, o maior desde o início de abril.