Repercussão da demissão de Mandetta, COVID-19 e mais da noite de 16 de abril

Confira o 5 Fatos Noite apresentado por Daniel Adjuto

Da CNN, em São Paulo
16 de abril de 2020 às 20:55 | Atualizado 16 de abril de 2020 às 21:22
 

Demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, nomeação de Nelson Teich para a pasta, repercussão entre os parlamentares da oposição e do governo com as mudanças e os números atualizados do novo coronavírus no Brasil são os destaques do 5 Fatos Noite desta quinta-feira, 16 de abril de 2020.

Mandetta

Luiz Henrique Mandetta não é mais o ministro da Saúde. A demissão foi anunciada na tarde de hoje. Mandetta se despediu defendendo o isolamento social como forma de combate ao novo coronavírus.

Nelson Teich

Quem assume é o médico Nelson Teich. O novo ministro disse que saúde e economia não competem entre si e que há um alinhamento completo entre ele e o presidente.

Ministério da Saúde

Jair Bolsonaro falou que alguns nomes serão trocados na pasta, após divergências públicas com Mandetta, foi a primeira vez que o presidente parou para conversar com os jornalistas em mais de uma semana.

Repercussão

Parlamentares da oposição e do governo repercutiram as mudanças no Ministério da Saúde. Rodrigo Maia fez uma homenagem a Mandetta durante a sessão da Câmara e disse que o ex-ministro deixa um legado para o Brasil.

COVID-19 no Brasil

O número de mortos por coronavírus no país subiu para 1.924. 30.425 casos foram confirmados.

Nas redes sociais...

Claro, o assunto mais comentado foi a troca de comando no Ministério da Saúde.

Newsletter

Não deixe de assinar a nossa newsletter 5 Fatos Noite pelo site: newsletter.cnnbrasil.com.br.