Prefeito de São José dos Campos explica adoção de isolamento seletivo

Prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth afirmou que 'responsabilidade individual será a base' do novo modo de isolamento, que valerá a partir do dia 27

Da CNN, em São Paulo
21 de abril de 2020 às 08:32 | Atualizado 21 de abril de 2020 às 09:44

O prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), disse à CNN, nesta terça-feira (21) que a cidade irá adotar o isolamento seletivo a partir da próxima segunda-feira (27) e que isso permitirá a reabertura de comércios, mas contará com o papel individual para sua efetividade.

"O isolamento seletivo nada mais é do que acrescentar algumas atividades aos serviços e comércios essenciais que já existem hoje", explica o prefeito. "O isolamento seletivo prevê, então, a abertura de comércios de rua e de shopping, com regras rígidas, além da responsabilidade individual, que é a base do isolamento seletivo", acrescenta.

Segundo o prefeito, isso significa que permanece a recomendação para que as pessoas fiquem em casa e só saiam em momentos de necessidade, mas que, agora, terão outros comércios e serviços à disposição. "Por exemplo, sair para comprar um brinquedo para a sua criança. Pode comprar na internet ou ir até a loja, comprar e retornar para a casa", explicou, voltando a ressaltar a responsabilidade individual.

Ramuth afirma que o isolamento social determinado pelo governador João Doria (PSDB) "foi muito importante para a cidade se preparar e para os técnicos conhecerem a doença" e que agora é o momento para "dar esse novo passo para o isolamento seletivo". 

O prefeito ainda disse que a medida leva em conta não somente o caixa dos comerciantes. "Significa muito menos uma questão econômica do que parece. Na verdade, até psicologicamente a sociedade precisa de um sinal", declarou. "O país ficou dividido entre a saúde física e a financeira. Para nós, o conceito de saúde é muito mais amplo do que isso, por isso nossa equipe técnica tem sociólogos, psicólogos", completou.

Com 136 casos confirmados e três mortes causadas pela COVID-19, segundo a  Secretaria Estadual de Saúde, a cidade tem um índice de contaminação estimado entre 3% e 5%, de acordo com a pesquisa de contaminação por amostragem feita pela equipe técnica de São José dos Campos.