Flexibilização no interior de SP será feita a partir de índices, diz secretário

O governador João Doria se reuniu por videoconferência com prefeitos de 32 cidades com mais de 200 mil habitantes para debater a flexibilização da quarentena

Da CNN, em São Paulo
28 de abril de 2020 às 17:20

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se reuniu por videoconferência com prefeitos de 32 cidades paulistas com mais de 200 mil habitantes para debater a flexibilização da quarentena no estado. Foram listadas as demandas dos municípios, que querem antecipar a volta do comércio, e traçar um melhor plano de combate ao novo coronavírus. 

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, disse à CNN nesta terça-feira (28) que dados foram apresentados aos prefeitos durante o encontro e que o governo propõe a flexibilização da quarentena em cidades que estiverem dentro dos índices propostos pelo Comitê de Contigência do Coronavírus no estado.

"A flexbilização será de uma retomada gradual desse setor da economia que está em quarentena e em regiões e cidades que nós tenhamos índices que possam suportar isso. Expomos também aos prefeitos a necessidade de a gente seguir de forma segura até o próximo dia 10. Passando o modelo hetereogêneo, ou seja, regiões distintas do estado vão ter um tratamento diferente, de acordo com os índices do Comitê de Contigência aponta", explicou Vinholi.

O Ministério Público de São Paulo ajuizou pelo menos seis ações contra municípios paulistas que decidiram flexibilizar as regras da quarentena. As decisões judiciais impediram o retorno de serviços não essenciais em, pelo menos, cinco cidades.