Vídeo de reunião ministerial, depoimentos de generais e mais de 12 de maio

As informações mais importantes do começo desta terça-feira (12)

Da CNN em São Paulo
12 de maio de 2020 às 06:31 | Atualizado 12 de maio de 2020 às 15:12

Os depoimentos dos três ministros generais do governo Bolsonaro no Palácio do Planalto, a exibição do vídeo da reunião ministerial com a presença de Sergio Moro e a íntegra do depoimento de Alexandre Ramagem são alguns dos destaques da manhã de 12 de maio de 2020. 

Ministros generais

Três generais, ministros do governo Bolsonaro vão ser ouvidos nesta terça-feira (12), no Palácio do Planalto. Eles foram citados por Sergio Moro no inquérito que apura se houve interferência do presidente na Polícia Federal. São eles: Braga Netto, ministro da Casa Civil; Luiz Eduardo Ramos, da secretaria de Governo, e Augusto Heleno, do gabinete de Segurança Institucional.

Reunião ministerial 

O vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril será exibido nesta terça-feira (12), em Brasília, na sede da Polícia Federal , com a presença de Sergio Moro. O ministro do Supremo Celso de Mello autorizou a transcrição total da gravação. Questionado sobre o assunto, o presidente Jair Bolsonaro disse que não está preocupado.

Ramagem

A analista da CNN Renata Agostini teve acesso à íntegra do depoimento que o delegado Alexandre Ramagem prestou à Polícia Federal. O diretor-geral da ABIN negou ser amigo da família Bolsonaro e disse nunca ter conversado com o presidente sobre investigações da PF.

Valeixo

Em depoimento, o ex-diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo, afirmou que, desde o ano passado, teria comunicado por diversas vezes ao então ministro da justiça, Sergio Moro, seu desejo de deixar o cargo. Valeixo afirmou também que Bolsonaro disse a ele que queria, no cargo, um diretor-geral com quem tivesse "mais afinidade". O delegado também confirmou que foi demitido por telefone pelo presidente.

Covid-19

Newsletter

Até agora, o novo coronavírus já matou mais pessoas no Brasil do que doenças como tuberculose, dengue, febre amarela, hepatite, sarampo e meningite juntas, no ano de 2018. Esse grupo de doenças vitimou 10.670 pessoas, segundo um levantamento da CNN com dados do painel de mortalidade do Ministério da Saúde. O Brasil chegou a 11.519 mortos por Covid-19. 
 

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br