Candidatos do Enem sem computador em casa e mais de 14 de maio

As informações mais importantes do começo desta quinta-feira (14)

Da CNN em São Paulo
14 de maio de 2020 às 06:35 | Atualizado 14 de maio de 2020 às 08:22
 
 
A desigualdade entre candidatos na preparação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o depoimento do novo diretor-executivo da Polícia Federal no Rio de Janeiro e a internação do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) são alguns dos destaques do 5 Fatos Manhã de 14 de maio de 2020.

Depoimentos

Continuam os depoimentos para esclarecer as acusações de interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Na quarta-feira (14), o ex-superintendente da PF no Rio de janeiro e novo diretor-executivo do órgão, Carlos Henrique Oliveira de Sousa, negou qualquer ação política de Bolsonaro na organização. Carlos Henrique disse ainda que a PF chegou a investigar integrantes da familia Bolsonaro no ano passado, mas que não houve o indiciamento.

Exames

O Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou os três exames de Jair Bolsonaro para Covid-19. Os testes apresentaram resultados negativos, foram feitos nos dias 12, 17 e 18 de março. Bolsonaro já havia dito que os exames tinham dado negativo para o  novo coronavírus, mas se recusava a divulgá-los, alegando privacidade.

Bruno Covas

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, está hospitalizado para investigar um desconforto abdominal. Segundo o boletim médico divulgado pela assessoria de imprensa da prefeitura, os exames iniciais apontam para a suspeita de uma colite, uma inflação no cólon.

Covid-19

Um dia depois de ultrapassar a França e a Alemanha no ranking da Covid-19, o Brasil registrou o maior número de novas infecções em 24 horas: 11.385, segundo o Ministério da Saúde. O país hoje é o quinto no mundo com mais casos confirmados do novo coronavírus.

Enem 

Newsletter

Depois da Justiça negar pedidos de adiamento das provas no Enem, um levantamento da CNN mostra que 42% dos candidatos inscritos para a prova não têm computador em casa. Em estados das regiões norte e nordeste, esse índice pode chegar a quase 70%. O quadro é preocupante para aqueles que vão disputar vagas.   
 

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br