Saída de Teich da Saúde, alta do dólar e mais da noite de 15 de maio

Assista ao 5 Fatos Noite, apresentado pela âncora da CNN Daniela Lima

Da CNN, em São Paulo
15 de maio de 2020 às 19:36 | Atualizado 15 de maio de 2020 às 19:43

A saída do ministro Nelson Teich da Saúde, a repercussão entre governadores, prefeitos e ex-ministros e a alta do dólar depois do pedido de demissão são alguns dos destaques do 5 Fatos Noite desta sexta-feira, 15 de maio de 2020.

Nelson Teich

Menos de um mês depois de assumir o cargo, o agora ex-ministro da saúde Nelson Teich formalizou seu pedido de demissão. Ele disse que "escolheu sair", prestou homenagens aos profissionais da saúde e a secretários municipais e estaduais que estão enfrentando a Covid-19.

Repercussão

Governadores, prefeitos e ex-ministros da Saúde reagiram à saída de Teich. O presidente Jair Bolsonaro não comentou. Em entrevista à CNN, o ex-presidente Michel Temer disse estar preocupado com a situação.

Economia

O mercado financeiro reagiu à saída de Nelson Teich. A bolsa caiu e o dólar, que estava em queda, mudou de trajetória, e chegou a ser negociado a R$ 5,83.

OMS

O diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde disse que observa o aumento no número de casos do Brasil e que o governo precisa ter coerência para passar a mensagem certa à sociedade.

Moro x Bolsonaro

O ministro Celso de Mello emitiu nota avisando que vai decidir na segunda-feira se divulga ou não a íntegra do vídeo da reunião que precedeu o pedido de demissão de Sergio Moro.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.