Governo do DF determina reabertura de parte do comércio

A máscara deve ser utilizada em espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo e estabelecimentos comerciais.

Bia Gurgel da CNN, em Brasília
16 de maio de 2020 às 13:48
Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).
Foto: Renato Alves/Governo do Distrito Federal

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), autorizou o funcionamento de lojas de calçados, roupas, extintores e serviços de corte e costura. A decisão foi publicada neste sábado (16), em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal. As lojas estão autorizadas a reabrir com entrega em domicílio, pronta envio em veículos e retirada do produto no local. 

Além disso, a decisão decreta que, a partir de segunda-feira (18), o uso de máscaras vai passar a ser fiscalizado. Quem for flagrado sem o item de proteção pode ter quepagar multa de R$ 2.000. No caso de empresas que não cumpram a determinação, o valor é de R$ 4.000.

A máscara deve ser utilizada em espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo e estabelecimentos comerciais.

Para as lojas que estão autorizadas a reabrir, o texto determina que o funcionamento deve ser entre 11h e 19h, e o comércio precisa obedecer protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias contra o novo coronavírus.

Entre as medidas estão: o distanciamento de dois metros entre as pessoas, a proibição do trabalho de funcionários do grupo de risco, a aferição de temperatura dos consumidores e a disponibilização de álcool 70% para funcionários e clientes.