Florianópolis proíbe locação de imóveis para paulistas durante feriadão

A medida vale para novas reservas, incluindo aplicativos de locação de imóveis ou site de buscas

Da CNN, em São Paulo*
20 de maio de 2020 às 18:28 | Atualizado 20 de maio de 2020 às 18:36
Rotina do centro de Florianópolis muda com as medidas decretadas devido à pandemia do novo coronavírus. Na imagem, a ponte Hercílio Luz
Foto: Ricardo Wolffenbüttel -10.abr.2020/Secom
 

A prefeitura de Florianópolis editou um decreto que proíbe a locação de imóveis para pessoas residentes na cidade de São Paulo nesta quarta-feira (20). A medida entra em vigor imediatamente e tem validade até o dia 25 de maio, durante o "feriadão" antecipado pelo prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), para ampliar a taxa de isolamento social e minimizar a disseminação do novo coronavírus.

A medida vale para novas reservas, incluindo aplicativos de locação de imóveis ou site de buscas. O cumprimento das normas será fiscalizado em uma ação conjunta das forças de segurança do estado de Santa Catarina, com atuação da Polícia Militar e da Polícia Civil.

"Sabemos que Florianópolis é um dos destinos preferidos dos paulistas e isso nos deixa felizes. Mas, neste momento de pandemia, não é hora de deslocamentos ou turismo", disse o prefeito Gean Loureiro.

O município também informou que vai reforçar o controle no Aeroporto Hercílio Luz, que já possui barreira sanitária com medição de temperatura, além de testes rápidos e formulários de isolamento. Por conta do decreto, as barreiras sanitárias também serão instaladas em vias terrestres para abordar veículos vindos de São Paulo.

Assista e leia também:

O Grande Debate: feriado fora de época ajuda no combate ao coronavírus?

Ao menos 11 cidades do litoral de SP terão acessos com bloqueios no megaferiado

Covid-19 abala setor de turismo e viagens em 2020; veja como será a retomada

O comandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Ivan Couto, informou que o policiamento está coletando informações de todos os passageiros em veículos com placas de São Paulo e fazendo a aferição de temperatura. Questionado sobre os turistas que não possuem reservas, o comandante afirmou que os hotéis não estão impedidos de receber hóspedes. "O que o decreto proíbe é a locação de casas e aluguéis por aplicativos", esclareceu.

Em Florianópolis, atividades como hotelaria, comércio de rua e shoppings  estão liberados há mais de um mês, quando foi iniciado relaxamento da quarentena em todo o estado. Durante o feriado, a fiscalização em bares, restaurantes e festas particulares será reforçada no período noturno. 

De acordo com os dados do município, há 603 casos confirmados de Covid-19 na cidade de Florianópolis, com seis mortes.

Com informações do Estadão Conteúdo*