Inquérito das fake news, Covid-19 no Brasil e mais da noite de 28 de maio

Assista ao 5 Fatos Noite apresentado pela âncora da CNN Daniela Lima

Da CNN, em São Paulo
28 de maio de 2020 às 19:48 | Atualizado 28 de maio de 2020 às 20:43
 
 

A decisão do ministro Edson Fachin de submeter ao plenário da corte uma ação que questiona o inquérito que apura ameaças e ofensas ao Supremo Tribunal Federal (STF), o posicionamento do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), às falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os números atualizados do novo coronavírus no Brasil estão entre os destaques do 5 Fatos Noite desta quinta-feira, 28 de maio de 2020.

Inquérito das fake news

O ministro Edson Fachin, do Supremo, decidiu submeter ao plenário da Corte uma ação que questiona o inquérito que apura ameaças e ofensas ao STF, conduzido por Alexandre de Moraes. Ainda não há data para o julgamento da ação. O procurador-geral queria suspender a investigação das notícias falsas até a decisão, o que Fachin não atendeu.

Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou a fala em que o presidente Jair Bolsonaro fez ataques ao Supremo e insinuou que poderia não obedecer decisões judiciais. Maia disse que o discurso do presidente sinaliza um "caminho que gera insegurança".

Coronavírus

Um dia após o governo anunciar um plano para flexibilizar a quarentena, a capital paulista registrou recorde no número de novos casos da Covid-19 em 24h: foram 6.382.

Rio de Janeiro

Já o Rio ultrapassou a marca de mais de 4.800 mortes pelo novo coronavírus. Com isso, o estado registra mais mortes pela doença do que a China, por exemplo.

EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou ordem para regular as redes sociais. Ele tomou a medida após duas de suas postagens receberem selo de conteúdo inconfiável no Twitter.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.