Shoppings se preparam para reabrir com cuidados com a saúde e limitações

De acordo Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE), três de cada 10 shoppings do Brasil estão abertos ao público

Da CNN, em São Paulo
29 de maio de 2020 às 23:53

Com diversos estados reabrindo seus comércios, os shopping centers se preparam para uma nova realidade para receber os clientes, adotando práticas de distanciamento social, recomendando o uso de máscaras e disponibilizando álcool em gel para todos os consumidores.

De acordo Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE), três de cada 10 shoppings do Brasil estão abertos ao público e ao menos 8 estados criaram protocolos de segurança para o setor.

“Precisamos que nossos consumidores estejam preparados para o retorno. Precisamos que eles mudem seus hábitos,” diz Adriana Saad, superintendente do AlphaShopping.

Leia também:

Bruno Covas: com respiradores, SP reduzirá para 72% a ocupação dos leitos UTI

Para a retomada, shoppings estão tomando medidas especiais. Estacionamentos terão redução de cerca de 50% no número de vagas e os serviços de vallet não estarão abertos. Todas as entradas terão tapetes bactericidas e o uso de máscaras é recomendado, e obrigatório para cidades que definiram a regra. Além disso, elevadores estarão fechados ou com capacidade reduzida e haverá marcações no chão para manter a distância necessária para a segurança higiênica dos clientes.

"Não é momento de recuperar vendas, mas de resgatar a confiança da população. Será preciso reduzir o fluxo de pessoas, obrigar o uso de máscaras e medir a temperatura,” diz o presidente da ABRASCE, Glauco Humai.