'Necessário', diz autor do projeto de lei de transparência de dados da Covid-19

Para o senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL), mudar metodologia é um “erro” e “passa uma insegurança enorme para a população e gestores”

Da CNN
09 de junho de 2020 às 18:03 | Atualizado 09 de junho de 2020 às 18:19

O senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) é autor de um projeto de lei que busca estabelecer normas para a divulgação dos dados do novo coronavírus no país. Em entrevista à CNN nesta terça-feira (9), ele afirmou que mudar a metodologia no momento em que o número de casos confirmados está aumentando é um “erro” e “passa uma insegurança enorme para a população e gestores”.

No fim da tarde desta terça-feira, o Ministério da Saúde voltou a informar os dados totais da Covid-19 através do site.

“A transparência é a principal e a mais importante proteção que o gestor pode ter, além de dar ferramentas de trabalho. Por isso, o projeto cria um plano estratégico de gestão”, explicou.

Cunha também disse considerar “extremamente necessário” que os municípios conversem com os estados e que o governo federal entenda o que está acontecendo em cada cidade do país, além de participar ativamente de cada decisão.

Assista e leia também:

'É constrangedor acusar secretários de superestimar óbitos', diz Carmen Zanotto

“É importante criar padrões e ouvir os estados e municípios e não é isso que está acontecendo. A população também precisa ter segurança nas informações que estão sendo passadas”.

Segundo o senador, a situação ganhou importância por conta da lei que estabelece as medidas de enfrentamento à Covid-19.

"No artigo sexto, ela obriga a compatibilidade entre os órgãos e o que estamos vendo é que houve uma mudança. (...) Então, nessa situação, cabe, sim, puxar novamente o governo federal para tentar ser gestor e conhecedor de tudo o que acontece no país”, explicou.

(Edição: André Rigue)