Devolução de MP, habeas corpus de Weintraub e mais da tarde de 12 de junho

Assista ao 5 Fatos Tarde, apresentado pela âncora da CNN Luciana Barreto

Da CNN
12 de junho de 2020 às 13:36 | Atualizado 12 de junho de 2020 às 14:01

A devolução da medida provisória que autoriza o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a nomear reitores para universidades e institutos federais durante a pandemia do coronavírus sem consulta à comunidade acadêmica e o voto de Edson Fachin pela rejeição ao pedido de habeas corpus para retirar o ministro das investigações no inquérito das fake news são alguns dos destaques da tarde desta sexta-feira, 12 de junho de 2020.

MP sobre nomeação de reitores

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, decidiu devolver ao Palácio do Planalto a medida provisória editada pelo governo nesta quarta-feira que autoriza o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a nomear reitores para universidades e institutos federais durante a pandemia do coronavírus sem consulta prévia à comunidade acadêmica. Alcolumbre entendeu que o ato viola a constituição. “O parlamento permanece vigilante na defesa das instituições e no avanço da ciência”, disse o presidente do Senado.

Fake news  

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, foi o primeiro a se manifestar e votou pela rejeição ao pedido de habeas corpus para retirar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, das investigações no inquérito que apura notícias falsas e ameaças contra ministros da corte – conhecido como "inquérito das fake news". O julgamento começou na manhã desta sexta-feira no plenário virtual do STF, e ministros terão seis dias para apresentar seus votos no sistema eletrônico do Supremo.

Marcos Pontes

Em entrevista à CNN, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, comentou a recriação do Ministério das Comunicações, que estava extinto desde 2016. Os assuntos sobre o tema ficavam sob o guarda-chuva da pasta que Pontes comanda, mas ele garantiu que, em nenhum momento, se sentiu ameaçado no cargo e que recebeu a notícia da recriação da pasta "com tranquilidade". Pontes também afirmou que o setor de comunicação social do governo "estava com deficiências".

Europa

A produção industrial da zona do euro registrou sua maior queda mensal da história em abril, quando os bloqueios pelo coronavírus interromperam a atividade econômica em todo o bloco. Os dados são do Escritório de Estatísticas da União Européia, o Eurostat. O Eurostat disse que a produção industrial nos 19 países da zona do euro caiu 17,1% no comparativo mensal, com uma queda de 28,0% ano a ano, o maior declínio desde que os registros começaram, em 1991.

Imóvel

O governo vai se desfazer de 3.800 prédios, avaliados em R$ 30 bilhões, até 2022 e vai facilitar o processo de venda. Nesta sexta-feira, foi publicada uma medida provisória com novas regras de alienação. Interessados em algum prédio poderão apresentar proposta de compra pela internet, mesmo sem estarem cadastrados, ainda que o imóvel não esteja com venda anunciada. A figura do corretor de imóvel passa a ser admitida, desde que seus honorários fiquem por conta do comprador.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.