Nova defesa de Flávio Bolsonaro, previsão do PIB e mais da tarde de 22 de junho

5 Fatos Tarde, apresentado por Luciana Barreto, traz as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN
22 de junho de 2020 às 13:04 | Atualizado 22 de junho de 2020 às 13:07

A constituição de novos advogados do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) nas investigações do Ministério Público do RJ sobre suspeitas de rachadinhas, a demissão do secretário de Saúde do Rio de Janeiro e a previsão de queda de 6,5% no Produto Interno Bruto (PIB) estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta segunda-feira, 22 de junho de 2020.

Nova defesa

Com a saída do Frederick Wassef, a defesa do senador Flávio Bolsonaro será feita por Luciana Pires e Rodrigo Roca nas investigações sobre a rachadinha. Luciana Pires é a advogada que defende o senador em um outro caso, que apura indícios de falsidade ideológica eleitoral, referente às declarações de bens à Justiça Eleitoral em 2018. Já Rodrigo Roca atuou na defesa do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, preso em 2016. Ele deixou o caso quando Cabral passou a tentar fechar acordo de delação premiada com os investigadores da Operação Lava Jato.

Weintraub

O ex-ministro Abraham Weintraub disse à CNN que pretende permanecer direto nos Estados Unidos até que sua indicação para diretor-executivo do Banco Mundial seja aprovada pelos países sócios da instituição financeira. Segundo o ex-ministro da Educação, esse processo "normalmente" demora de um a dois meses para ser concluído. Caso assuma o cargo, o mandato terminará em outubro de 2020. Questionado em que cidade está, Weintraub se recusou a informar seu paradeiro alegando segurança pessoal. As informações são do analista de política Igor Gadelha 

Saúde do Rio

O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Fernando Ferry, anunciou nesta segunda-feira sua saída depois de apenas um mês no cargo. Ferry entrou na pasta para substituir de Edmar Santos, que foi exonerado pelo governador Wilson Witzel (PSC) por falhas na gestão de infraestrutura dos hospitais de campanha construídos para atender as vítimas da Covid-19. Em nota, o governo estadual anunciou o coronel médico do Corpo de Bombeiros, Alex Bousquet, para o cargo 

Confiança da indústria

A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou a prévia da sondagem da indústria para o índice de confiança do setor. Segundo a FGV, a confiança da indústria no Brasil deve apresentar uma forte recuperação em junho e registrar a maior variação mensal positiva da série. O índice deve aumentar 15,2 pontos em relação ao mês anterior. A melhora na percepção dos empresários em relação á economia ocorre em meio ao relaxamento das medidas de quarentena em importantes centros econômicos do Brasil.

PIB

O Banco Central divulgou o Boletim Focus. Segundo o documento, o mercado financeiro interrompeu a sequência de 18 semanas de piora na previsão do PIB de 2020. Os analistas prevem tombo de 6,5% no PIB e estimaram inflação de 1,61% para este ano. O mercado também acredita na manutenção da taxa básica de juros em 2,25% ao ano. A projeção para o câmbio do dólar no fim de 2020 segue em R$ 5,20. O documento reúne a estimativa de mais de 100 instituições do mercado financeiro para os principais indicadores econômicos.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br